quinta-feira, 29 de julho de 2010

FALECEU O PADRE PEDRO ANTONIO BACH, nds


É com muita tristeza que informo-lhes isto, vélorio será na Paroquia São Jose, e missa de corpo presente 19:00hs. Muitissimo obrigado SENHOR por tanto privigélio de conviver e aprender com esse seu filho predileto nosso grande irmão que só nos apontou o caminho do CÉU.........Misericordia de nós que ficamos órfão........
Diac. Rogério Almeida


O Padre Pedro Antônio Bach-NDS é o Presidente Nacional da Associação Nacional dos Operários de São José - CPF 234816178/87, que tem por finalidade propagar a devoção a São José, com a distribuição de Santinhos, novenas, terços, cordões e também orações.

sábado, 24 de julho de 2010

Autógrafo - Dom Tomé Ferreira da Silva - Bispo Auxiliar de São Paulo





Autógrado - Dom José Eugenio Corrêa - Bispo Emérito de Caratinga




Morreu na manhã de 28 de janeiro de 2010, em Juiz de Fora (MG), o bispo emérito de Carantiga (MG), dom José Eugênio Corrêa. A causa da morte foi uma insuficiência respiratória. Ele estava internado no Hospital Santa Casa de Misericórdia, e faleceu por volta das 7:30h de hoje.
Dom Eugênio Corrêa tinha 95 anos e foi ordenado bispo em 1957. Ele nasceu em 10 de maio de 1914, na cidade mineira de Lima Duarte.
Dom José estudou Filosofia no Seminário Maior de Mariana (MG) e Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, Itália. Entre outras atividades, foi reitor do Seminário Menor de Juiz de Fora (MG) e pároco do Rio Preto (MG). Foi bispo de Caratinga (MG) de 1957-1978 e presidente do Conselho Curador da Faculdade de Filosofia de Caratinga, de 1964-1978.

Seu lema foi “Omnibus Omnnia” (tudo em todos).
O sepultamento aconteceu na Cripta dos Bispos, situada atrás do altar da Catedral de São João Batista de Caratinga onde estão sepultados Dom Carloto, Dom Lara, Dom Cavatti e Monsenhor Rocha.


Autógrafo - Dom Spiridon Mattar - Eparca emérito de Eparquia de Nossa Senhora do Paraíso em São Paulo dos Greco-Melquitas


Autógrafo - Dom José Rodrigues de Souza - Bispo Emérito de Juazeiro/BA









Autógrafo - Dom Angélico Sandalo Bernardino - Arcebispo Emérito de Blumenau/SC




Autógrafo - Dom Luciano Mendes de Almeida - Arcebispo de Mariana/MG



Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida (1988 - 2006) Nasceu no Rio
de Janeiro, em 5 de outubro de 1930, filho de Cândido Mendes de Almeida
e de Emília Mello Vieira Mendes de Almeida. Na juventude, entrou
para a Companhia de Jesus, ordem religiosa de Santo Inácio –
(Jesuíta). Fez seus estudos de filosofia em Nova Friburgo, de 1951 a
1953 e, em Roma, fez seus estudos de teologia, de 1955 a 1958 e doutorou-
se em Filosofia (1965). Foi ordenado bispo auxiliar da Arquidiocese
de São Paulo, em 2 de maio de 1976. Entre outras funções que assumiu
no serviço à Igreja de Deus, destacam-se: o trabalho na CNBB, como
secretário geral, de 1979 a 1987; e depois seu presidente em dois mandatos
sucessivos (1988 a 1995); membro da Pontifícia comissão de Justiça
e Paz (1992 a 2006); 1º vice-Presidente do Conselho Episcopal Latino
Americano (CELAM) de 1995 a 1998.

Sua saúde foi abalada diante de uma enfermidade, que dia-a-dia,
mais se agravava. Em 27 de agosto de 2006, faleceu Dom Luciano.
Mais que nos anais da história, seus feitos de amor estarão inscritos
e se perpetuarão nos corações do povo que muito o amou e dele jamais
se esquecerá.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Autógrafo - Dom Waldyr Calheiros - Bispo Emérito de Barra do Piraí / Volta Redonda/RJ


Autógrafo - Dom Arnaldo Ribeiro - Arcebispo Emérito de Ribeirão Preto




6º Arcebispo de Ribeirão Preto/SP - Dom Arnaldo Ribeiro nasceu em Belo Horizonte em 07 de janeiro de 1930. Eleito Bispo Auxiliar de Belo Horizonte em 06 de novembro de 1975.
Nomeado Arcebispo da Arquidiocese de Ribeirão Preto em 28 de dezembro de 1988, tendo tomado posse no dia 04 de março de 1989. Faleceu em Belo Horizonte, MG, no dia 15 de dezembro de 2009 e foi sepultado na Catedral Metropolitana de São Sebastião, em Ribeirão Preto/SP, em frente a Capela do Santíssimo, conforme era seu desejo manifestado no testamento espiritual.
"Amei e confiei demais em São José, o castíssimo esposo da Virgem Maria, que nunca me abandonou.
Ele, Padroeiro da Boa Morte, me assista nos derradeiros momentos da minha vida, colocando-me nos braços de Jesus e de Maria. Amém. "






Autógrafo - Dom José Maria Pires - Arcebispo Emérito da Paraiba



Autógrafo - Dom Eugenio de Araujo, Cardeal Sales - Arcebispo Emérito do Rio de Janeiro








quinta-feira, 22 de julho de 2010

Autógrafo - Dom Vital Wilderink - Bispo Emérito de Itaguaí/RJ




Autógrafo - Dom Crescenzio Rinaldini - Bispo Emérito de Araçuai













Nota de Falecimento enviada à CNBB por Pe. Fabrizzio Clemente Fonseca, Administrador Diocesano: "A Diocese de Araçuaí MG, cumpre o doloroso dever de comunicar o falecimento do nosso Bispo Emérito o Excelentíssimo Dom Crescênzio Rinaldini. Ocorrido hoje, segunda feira, 24 de outubro de 2011, às 00:30 da madrugada em Belo Horizonte, onde se encontrava internado no CTI há trinta dias. Dom Enzo, como todos carinhosamente o chamavam é Italiano e deu sua vida pelo Vale do Jequitinhonha especificamente a Diocese de Araçuaí.Nossa gratidão eterna ao grande Missionário do Vale. É com pesar que anunciamos o seu falecimento".

Autógrafo - Dom Gilberto Pereira Lopes - Arcebispo Emérito de Campinas







Autógrafo - Dom Eduardo Koaik - Bispo Emérito de Piracicaba











terça-feira, 20 de julho de 2010

Quem é Francisco Xavier


QUEM É FRANCISCO XAVIERNasce num castelo de Navarra, na Espanha, em 7 de abril de 1506. Sua família é nobre. Seu pai, querendo fazer dele um grande senhor, o envia a Paris, na França, para estudar. Ali encontra Inácio de Loyola junto ao qual descobre que Cristo pode ser a razão maior de sua vida. Abandona a casa, as riquezas, todos os seus projetos, e com Inácio e mais outros cinco companheiros dá início á Companhia de Jesus. Em 15 de junho de 1537 é ordenado sacerdote e em 15 de março de 1540 parte de Roma para Lisboa a caminho do Extremo Oriente, iniciando assim sua heróica aventura missionária que o levou a pregar o Evangelho na Guiné, Ilha de Trindade, Cabo da Boa Esperança, Moçambique, Índia, Malásia, Singapura, Indonésia, Japão e na Ilha de Sancian, na costa da China de onde projetava penetrar na imensa China continental. Cometido por forte febre, faleceu em 3 de dezembro de 1552.

Autógrafo - Dom Jaime Luiz Coelho - Arcebispo Emérito de Maringá






 A Arquidiocese de Maringá comunicou o falecimento de seu arcebispo emérito, dom Jaime Luiz Coelho, aos 97 anos, no início da madrugada desta segunda-feira, 05 de agosto de 2013. O bispo estava internado desde o último sábado na UTI da Santa Casa de Maringá, por conta do agravamento do estado de insuficiência renal.
O velório terá início às 12h desta segunda-feira na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória. O sepultamento deverá ser realizado na terça-feira (06) logo após a missa de corpo presente das 18h30. O corpo de Dom Jaime será sepultado na cripta da Catedral Basílica.
Dom Jaime foi o primeiro bispo de Maringá (1957-1979) e primeiro arcebispo metropolitano (1979-1997). Na CNBB, foi também o primeiro secretário do Regional Sul 2 (1964-1965). Participou de quatro sessões do Concílio Vaticano II (1962-1965) e da 3ª Conferência do Episcopado Latino Americano (Celam), em Puebla, no ano de 1979.
Um pedido especial feito pela Arquidiocese de Maringá é de que as pessoas que queiram prestar homenagens a dom Jaime não comprem coroas de flores, mas façam doações em dinheiro para as obras sociais. As doações podem ser feitas na Catedral.

Autógrafo - Dom Benedito Ulhoa Vieira - Arcebispo Emérito de Uberaba/MG


Autógrafo - Dom Agnelo, cardeal Rossi


.
Dom Agnelo Cardeal Rossi (Joaquim Egídio, 4 de maio de 1913 - Helvetia, 21 de maio de 1995)
Décimo sexto bispo de São Paulo, sendo seu quarto arcebispo e segundo cardeal. Foi o brasileiro que mais alto subiu na hierarquia eclesiástica, sendo considerado o maior expoente da Igreja do Brasil, chegando a ser cardeal-decano do Colégio Cardinalício.Nasceu em Joaquim Egídio, distrito de Campinas-SP, filho de Vincenzo Rossi, Comendador da Ordem do Santo Sepulcro, e Vittoria Colombo. Teve um único irmão, Miguel Rossi. Faleceu aos 82 anos, tendo sido sepultado na igreja de Nossa Senhora do Guadalupe, por ele construída, em Campinas
.

Autógrafo - Dom Paulo Evaristo, cardeal Arns - Arcebispo Emérito de São Paulo



domingo, 11 de julho de 2010

ACIDENTE DO PADRE VICENTE TONETTO - ORAÇÕES!



Padre Vicentão, último á direita, durante missões populares em Janiópolis/PR, onde foi pároco de 1970 á 1980.


Carissimi,
> oggi ho avuto la possibilità di recarmi a San Donà di Piave e
> parlare con tre fratelli di P. Tonetto e con due nipoti. Sono stato anche
> all'ospedale di San Donà ed ho visto il confratello.
>
> L'incidente.
> E' avvenuto a 1 Km. circa dalle case dei suoi fratelli (situate nelle
> prime campagne di periferia della cittadina); P. Vincenzo era in
> bicicletta
> e si dirigeva verso il centro di San Donà su una pista ciclabile. Ad un
> certo punto questa pista si interrompe poichè una strada laterale si
> immette sulla grande strada, parallela alla quale c'è la pista ciclabile.
> L'interruzione è marcata dalle strisce pedonali. Qui, quasi alla fine
> delle
> strisce, egli è stato investito; era in sella.
>
> Come abbia fatto la signora che conduceva la macchina (che arrivava in
> senso contrario a P. Vincenzo) a non vederlo si può spiegare in due modi
> (sono però delle ipotesi):
> 1) la curva che dalla grande strada immette sulla strada laterale è
> "protetta" da un guard-rail che non rende agevole la visuale sul tratto
> finale di essa (dove si trovava il confratello);
> 2) la velocità con la quale la macchina l'ha affrontata.
>
> Il luogo dell'incidente non è lotano dall'ospedale di San Donà di Piave.
> E' qui che l'autoambulanza l'ha portato subito. I medici hanno riscontrato
> la necessità di una risonanaza magnetica; non essendo l'ospedale provvisto
> dell'apparecchiatura, P. Vincenzo è stato trasportato in elicottero
> all'ospedale di Mestre. Una volta fatta la risonanza egli è stato di nuovo
> condotto in elicottero a San Donà, nel reparto di rianimazione. E' qui che
> si trova ancora oggi.
> L'uso dell'elicottero si è reso necessario data la gravità dello stato di
> salute del confratello che non poteva sopportare i sobbalzi della strada.
>
> Come l'ho trovato.
> La situazione globale mi è parsa molto grave. Reagisce? Non saprei dirlo,
> poichè è sottoposto ad una sorta di anestesia ed è pieno di tubicini
> dappertutto. Ho cercato di parlargli, di confortarlo, di dirgli che noi
> suoi fratelli stiamo invocando l'aiuto del Signore su di lui e mi è parso
> che i suoi occhi si siano inumiditi di commozione. Non sò distinguere se
> sia stata una mia impressione o se sia stata un suo effettivo modo di
> dirmi
> che capiva.
>
> Non ho potuto parlare con i medici ma l'avevano appena fatto i suoi
> famigliari. Essi dicono che la situazione è molto grave e che si tratta di
> vedere come essa evolverà in questi giorni.
> Il reparto mi è parso ben attrezzato.
>
> Come sono i suoi fratelli e nipoti.
> La "botta" è profonda, ma sono gente di fede. Stanno assistendo da veri
> famigliari il P. Vincenzo. Insomma, in questo, è una situazione molto
> buona. Tutti gli vogliono bene e conoscono bene anche le sue
> "caratteristiche".
>
> Ciao. Invochiamo l'aiuto del Signore su Vicenton.
>
> Carlo Girola
>