terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Canonização de Dom Guido Maria Conforti


CIDADE DO VATICANO, 14 FEV (ANSA) - O sacerdote italiano Luigi Guanella e o fundador dos Missionários Xaverianos Guido Maria Conforti em breve serão proclamados santos, anunciou hoje o Vaticano, precisando que em 21 de fevereiro se realizará o consistório para a sua canonização.
O consistório também irá abordar a canonização da religiosa espanhola Bonifacia Rodríguez de Castro, fundadora da Congregação das Irmãs de São José.

Guanella, beatificado em 1964, nasceu em Fraciscio di Campodolcino (Sondrio, região da Lombardia, norte da Itália) em 1842 e foi ordenado sacerdote em 1866.
Em sua atividade pastoral se aproximou das experiências de Cottolengo e de Dom Bosco, com quem se reuniu em Turim e passou três anos.
Em 1881 fundou as Irmãs da Caridade e as Filhas de Santa Maria da Providência, que rapidamente se espalharam pela Itália, América, Ásia e África.
Em Roma, com a ajuda de Pio X, surgiu a Basílica do Trânsito de São José. Guanella interveio com Dom Orione no terremoto de Marsica, na Itália central, em janeiro de 1915, e morreu alguns meses mais tarde.

Já Guido Maria Conforti nasceu em Parma em 1865 e devido aos problemas de saúde que o afligiam desde a infância não pôde trabalhar na agricultura, como seu pai queria, e nem seguir a vida como missionário.
No entanto, ele não desanimou e comprou uma casa para formar jovens missionários. Foi assim que nasceu a Pia Sociedade Xaveriana. Os primeiros xaverianos foram para a China em 1899.
A missão foi afogada no sangue pelo Levante dos Boxers (um movimento antiocidental e anticristão na China), mas não parou. Enquanto isso, Conforti se tornou arcebispo de Ravenna em 1902.
Dois anos mais tarde deixou essa tarefa por motivos de saúde. Após melhorar, o Papa o enviou como bispo para Parma, diocese da qual já tinha sido vigário e que dirigiu por 25 anos, realizando cinco visitas pastorais às suas 300 paróquias.
Conforti morreu em 1931 e foi beatificado em 1966. (ANSA)

Nenhum comentário: